Emagreça com o Método Ravenna

dieta4

Depois da febre das dietas proteicas, como a Atkins e a Dukan, o Método Ravenna, que chegou ao Brasil em 2009, volta ao seu lugar ao sol, ou melhor, à mesa de quem quer emagrecer. Criado pelo médico e terapeuta argentino Máximo Ravenna, o programa tem um cardápio de baixa caloria e, consequentemente, emagrecimento rápido. Isso faz com que seja bem atrativo aos olhos de quem quer perder peso e ver o resultado em menos de uma semana. “As mulheres perdem em média de 5% a 7% do seu peso por mês e os homens de 7% a 10% nesse mesmo período. Esses percentuais são mantidos ao longo de todo o tratamento, ao contrário do pensamento de que se emagrece somente no início e depois não se emagrece mais, ou em um ritmo muito lento”, explica Camila Avileis, coordenadora da equipe de nutrição do Centro Terapêutico Máximo Ravenna, de São Paulo.

O método possui três pilares: corte (de calorias, atitudes e pensamentos que possam levar à compulsão), medida (diminuir as porções e encontrar a medida adequada) e distância (ações para não voltar a comer em excesso).

Nesta dieta, diferente da Atkins e Dukan, desde o primeiro dia é permitido consumir saladas, frutas e legumes. Mas aqui a quantidade dos alimentos permitidos não é à vontade como nos programas proteicos. Há somente quatro refeições por dia: Café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar.

Como na maioria das dietas, frutas cítricas, proteínas magras, como peixes e frango, verduras, legumes, alimentos termogênicos e líquidos com baixas calorias estão entre os alimentos recomendados. Os vilões seguem com os açúcares e carboidratos refinados (farinhas, açúcar, bebidas alcoólicas e cereais). Além de frituras, queijos amarelados e doces industrializados. A água continua como um dos principais aliados, no mínimo, 2 litros por dia.

No entanto, como toda dieta, é preciso tomar cuidado com alguns pontos. A nutricionista Jaqueline Aversa, da Clínica Maria Fernanda Barca, de São Paulo, afirma que, por ser uma dieta restritiva, se não for bem controlada, os resultados não duram. “Após a etapa de perda de peso, volta-se a introduzir os alimentos excluídos durante a dieta e, se não for bem planejada, a pessoa engorda novamente. Essa dieta emagrece, porém o processo psicológico e de reeducação dos hábitos alimentares precisa estar muito claro na cabeça do paciente”, afirma ela.

Confira os alimentos permitidos, os proibidos e um cardápio de um dia:

Alimentos Amigos
Frutas cítricas
Proteínas magras (peixes e frango)
Verduras
Legumes
Alimentos termogênicos (pimenta vermelha, chá verde, canela, gengibre)
Líquidos de baixas calorias

Alimentos Inimigos
Açúcares
Carboidratos refinados (farinhas, açúcar, bebidas alcoólicas e cereais)
Frituras
Queijos amarelados
Doces industrializados

 

Cardápio de um dia

Café da manhã
Iogurte zero com uma fruta e café com leite desnatado

Almoço
Caldo de palmito
Salada de alface com tomate-cereja
Medalhão de filé de carne com purê de abóbora
Abacaxi (sobremesa)

Lanche da tarde
Ovo mexido com queijo magro e café com leite desnatado

Jantar
Caldo de legumes
Salada de folhas
Lasanha de berinjela com ricota
Gelatina diet (sobremesa)

acerteolook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *