Valorize sua silhueta

biotipo

Há roupas que vestem melhor em algumas mulheres e em outras nem tanto. Para acertar no visual, é importante conhecer seu corpo e saber quais peças ficam bem em você. O primeiro passo é se olhar no espelho e prestar atenção em sua forma, quais regiões precisa disfarçar, ou até mesmo destacar, e, assim, você cria uma harmonia entre seu corpo e a roupa. Veja em qual biótipo se encaixa: mulher triângulo (quadris mais largos), triângulo invertido (ombros mais largos), retangular (pouca cintura) e oval (abdômen proeminente). E tente chegar à silhueta 8 (harmonia entre ombros, quadris e cintura mais fina). A consultora Ellen Nunes explica quais opções são melhores para cada tipo de corpo.

Quadris largos: Exigem tons escuros e estampas de padronagem pequena, de fundo escuro, para tirar a atenção da região. Para equilibrar a linha dos ombros com a linha dos quadris, use, na parte de cima, sempre tons mais claros que os de baixo. Roupas: Calça flare, vestidos e saias evasê, ombreiras leves.

Quadris estreitos: Tem que fazer exatamente o oposto de quem tem quadris largos. Use e abuse de estampas grandes e cortes com volume na parte inferior, cores vivas e claras. Parte superior escura e a inferior clara serão essenciais para dar a ilusão de um corpo mais simétrico. Roupas: Saias tulipa, míni, peplum, evasê e rodada são as mais indicadas para este tipo de corpo.

Ombros largos: Se quiser disfarçar os ombros largos, a melhor opção é sem dúvida levar o foco para a parte inferior, trazendo volume para os quadris. Roupas: Saia rodada bem volumosa ou com uma calça estampada.

Ombros estreitos: Se quiser acentuar seus ombros, opte por modelos que chamem a atenção para a parte de cima do corpo. Roupas: Blusas frente-única com brilho, uma manga ou onde o detalhe principal da peça seja nos ombros. Ou também blusas volumosas, ombreiras.

Sem cintura: A melhor forma de marcar a cintura, mesmo tendo o tronco reto, é usando cinto ou roupas cinturadas! Roupas: Vestidos com ilusão de óptica que afinam a região, cinturas justas e saias fluidas.

Tronco maior: Quando a pessoa tem o tronco maior que as pernas, o indicado é que a cintura suba. Em vez de usar cintura marcada na altura dos quadris, deve ser elevada à altura do umbigo. Roupas: Peças de cós alto são as mais indicadas.

Tronco menor: É justamente o oposto. O mais indicado é que a cintura seja marcada na altura dos quadris, dessa forma, a silhueta parecerá mais proporcional. Roupas: Peças de cós baixo são as mais indicadas.

Muito bumbum: Segue quase as mesmas regras de quem tem quadris largos. É preferível o uso de tons escuros e estampas de padronagem pequena. Roupas: Se suas pernas forem grossas, evite calças skinny e dê preferência ao modelo flare. Bolsos laterais, traseiros e jeans com lavagens muito gráficas também dão ilusão de bumbum maior.

Pouco bumbum: Deve-se sempre lembrar que, quanto menor a cintura, mais o bumbum aparece. Cores claras sempre aumentam, assim como linhas horizontais. Roupas: Saias, calças, shorts e vestidos que se encaixam perfeitamente na altura do abdômen. Saias trompete, tulipa e evasê também serão sempre uma boa pedida.

Seios volumosos: A forma mais prática e rápida de alongar o pescoço e diminuir um pouco o volume dos seios é com a gola V. Roupas: Vale lembrar que é bom evitar golas altas, frente-única e dar preferência a alças grossas.

Seios pequenos: Ao contrário do indicado para mulheres com muito busto, a gola alta é essencial para quem quer dar a impressão de ter mais volume. Roupas: Frente-única, alça fina, estampas grandes e linhas horizontais também dão a ilusão de aumento.

acerteolook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *